Portuguese Thread

Practice your target languages here.
User avatar
iguanamon
Blue Belt
Posts: 896
Joined: Sat Jul 18, 2015 11:14 am
Location: Virgin Islands
Languages: Speaks: English (Native); Spanish (C2); Portuguese (C2); Haitian Creole (C1); Ladino (C1); Lesser Antilles French Creole (B2)
Language Log: viewtopic.php?t=797
x 3423

Portuguese Thread

Postby iguanamon » Wed Aug 12, 2015 8:39 pm

É a hora para reiniciar o tópico de português neste novo fórum.

Vou começar por falar sobre um artigo que já li hoje no jornal português Público sobre um enigma arqueológico. Damos uma olhada- Aviso!!! O artigo tem três páginas!

Escreveram-nos da serra há 2500 anos, mas ainda não sabemos o que nos queriam dizer
"A Escrita do Sudoeste está ainda por decifrar. Reside aí parte do seu fascínio. Nova teoria liga-a aos celtas, mas a aposta mais forte continua a ser nos fenícios. Duas pequenas exposições e um documentário da BBC voltam a falar-nos dela." -Público
Image
descrição da foto: "Estela do Tavilhão, concelho de Almodôvar, cujo primeiro registo publicado data dos anos 1960
Cortesia: Direcção-Geral do Património" -Público

Público wrote:Nada fazia prever que ali, naquela pequena aldeia do interior algarvio, um rapaz que fazia 30 km a pé para ir à escola de 15 em 15 dias se haveria de transformar num coleccionador de peças arqueológicas, cada vez mais informado. José Rosa Madeira era invulgar, pode dizer-se. Tão invulgar que desde cedo percebeu que aqueles artefactos estranhos que ia encontrando no Ameixial, freguesia do concelho de Loulé, teriam algum interesse. Entre eles estavam várias estelas de xisto com inscrições curiosas que pareciam letras. Ninguém sabia, no início do século XX, formar palavras com elas – ninguém sabe ainda hoje, aliás -, mas isso não impediu este homem que acabaria por se mudar para Faro para trabalhar como relojoeiro de se deixar inquietar por estes blocos de pedra e até de se corresponder com Leite de Vasconcelos, linguista e etnógrafo a quem a arqueologia portuguesa deve muito. Os textos que estas estelas guardam fazem parte daquilo a que os especialistas chamam Escrita do Sudoeste e continuam a intrigar.

Duas exposições com comissariado científico que envolve o Projecto Estela, uma no Museu Municipal de Faro, dedicada ao acervo que José Rosa Madeira (1890-1941) ali deixou, e outra no Museu Nacional de Arqueologia (MNA), em Lisboa – Quem nos Escreve desde a Serra, pequena mostra de rua que já passou por várias localidades do Algarve (Ameixial, Salir, Penina ou Quarteira) – voltam a colocar o foco nesta escrita com 2500 anos que vem sendo definida como a mais antiga da Península Ibérica. Um documentário que o canal 2 da televisão britânica BBC está a preparar sobre os celtas, e que deverá ser transmitido em três episódios até ao final do ano, também passou pelo território destas estelas da Idade do Ferro, nomeadamente pelos concelhos de Almodôvar e Loulé. ... Filmado em parceria com a emissora alemã ZDF em seis países europeus, o documentário expõe uma nova teoria que aponta para semelhanças entre a escrita do sudoeste e a língua celta, defendida pelo linguista John Koch, da Universidade de Gales. Uma teoria que não ignora, certamente, que haveria trocas comerciais entre a península e a Europa mais a norte. Parte da rodagem foi feita no museu de Almodôvar, onde foi possível filmar ao pormenor algumas das estelas com esta escrita, que tem vindo a tornar-se uma imagem de marca dos territórios serranos que separam o Alentejo e o Algarve.

O arqueólogo Pedro Barros, que com o colega Samuel Melro forma o Projecto Estela - núcleo de investigação científica que desde 2008 tem vindo a sistematizar a informação reunida desde o século XVIII sobre esta forma de escrita, ao mesmo tempo que se dedica a estudar os povoados que lhe deram origem e a promovê-la como instrumento de incentivo ao turismo junto das autarquias e como garantia do reforço da identidade cultural da região-, não concorda com a teoria de John Koch, mas não se cansa de dizer que todos os contributos sérios são bem-vindos ao debate. Sobretudo os que garantirem uma ampla divulgação deste “tesouro europeu” que muitos ainda desconhecem. ...


Pois é, eu não sabia nada disso. Sinto-me fascinado pela estela. Pode ser celta? Foi escrita pelos celtas com mais de 2.500 anos atrás? Por que razão eles partiram para o norte? Eu teria desejado ficar no Algarve :) .

Público wrote:...Estácio da Veiga, Leite de Vasconcelos, Caetano de Mello Beirão, Amílcar Guerra, Virgílio Correia, Mário Varela Gomes, Jürgen Untermann, António José Correa e Javier Hoz estão entre os muitos especialistas que antes de Pedro Barros e Samuel Melro se dedicaram a esta antiga forma de escrita que se pode encontrar no sul de Portugal e na Andaluzia, que aponta para populações já com um certo grau de sofisticação, que viveram num período de grandes desenvolvimentos tecnológicos.

Mas o primeiro a identificar estas estelas – blocos de pedra fixados no solo em que o texto é gravado em arco para ser lido de baixo para cima e da direita para a esquerda, orientação contrária à que hoje usamos – ainda em finais do século XVIII, foi mesmo Frei Manuel do Cenáculo (1724-1814), presidente da Real Mesa Censória e homem de confiança do Marquês de Pombal, que desde logo argumentou que havia naquela escrita uma filiação mediterrânica, fenícia, tal como no etrusco e no grego antigo. Uma filiação que contraria a tese do linguista da Universidade de Gales. ...


Que interessante isso, né? O que vocês acham?
3 x

User avatar
astromule
Green Belt
Posts: 413
Joined: Tue Jul 21, 2015 12:51 am
Location: Argentina
Languages: Spanish (N), English (C2), French, Portuguese, Italian, Norwegian, Swedish, Danish, German, Russian
Language Log: viewtopic.php?f=15&t=794&start=240
x 236

Re: Portuguese Thread

Postby astromule » Thu Aug 13, 2015 12:02 am

É uma boa idéia, para praticar o idioma. Mas como funciona? Como o sem correçãos?
Es decir, ¿cada uno escribe como puede? Porque creo que estoy justo en esa categoría, la de "escribo como puedo". :D
0 x

User avatar
iguanamon
Blue Belt
Posts: 896
Joined: Sat Jul 18, 2015 11:14 am
Location: Virgin Islands
Languages: Speaks: English (Native); Spanish (C2); Portuguese (C2); Haitian Creole (C1); Ladino (C1); Lesser Antilles French Creole (B2)
Language Log: viewtopic.php?t=797
x 3423

Re: Portuguese Thread

Postby iguanamon » Thu Aug 13, 2015 1:37 am

Eu não sou o dono deste fio. É uma continuação do Portugese Thread em HTLAL.com. Pra mim, como um falante não nativo, eu não gosto de corrigir os erros em qualquer outro idioma salvo no caso de inglês. Se você quiser ser corrigido, pode pedir sim, e, então esperar para um falante nativo fazê-lo. Este fio pode ser usado para praticar português e, além disso para falar de tudo em que podemos conversar em inglês. Temos muitos lusofalantes aqui que têm muita experiência na aprendizagem dos idiomas, mais do que eu. Todos nós podemos beneficiar da sabedoria deles.

Acho que podemos conversar sobre a literatura lusófona, dicas para a aprendizagem dos idiomas em geral, métodos e técnicas de aprendizagem dos idiomas em geral, dúvidas sobre o idioma português em particular, e qualquer coisa relacionada com a cultura lusófona.

Sei que cometo muitos erros, e qualquer nativo pode corrigi-me em qualquer coisa que escrevo aqui.
1 x

1e4e6
Green Belt
Posts: 359
Joined: Tue Jul 21, 2015 6:23 am
Language Log: viewtopic.php?f=15&t=836
x 379

Re: Portuguese Thread

Postby 1e4e6 » Thu Aug 13, 2015 2:40 am

Acho também que isso é boa ideia, sobre tudo porque costumo introduzir algumas vezes mas bem palavras espanholas ou inventadas e acabo a sonhar estranho.

Não sei quant@s de vocês conhecem o drama (como uma "telenovela" portuguesa) Os nossos dias da RTP, mais isto é o que estou a ver agora mesmo.

Em quanto a viver em Portugal, tinha pensado nisso também, mais se tivesse que escolher uma parte do país para viver, preferiria ficar ou no Porto ou em Lisboa. Não costumo viver nas cidades que tenham menos de um milhão de pessoas..
0 x

User avatar
astromule
Green Belt
Posts: 413
Joined: Tue Jul 21, 2015 12:51 am
Location: Argentina
Languages: Spanish (N), English (C2), French, Portuguese, Italian, Norwegian, Swedish, Danish, German, Russian
Language Log: viewtopic.php?f=15&t=794&start=240
x 236

Re: Portuguese Thread

Postby astromule » Thu Aug 13, 2015 2:44 am

Você deveria ir a alguma cidade que comence con "B", como Brasilia, porque as suas cidades favoritas são Barcelona, Buenos Aires e...que mais?

@iguanamon: Você nasceu nas Ilhas Virgens ou só mora lá? Poderia falar um pouco delas?

1e4e6 wrote:Acho também que isso é boa ideia, sobre tudo porque costumo introduzir algumas vezes mas bem palavras espanholas ou inventadas e acabo a sonhar estranho.

Não sei quant@s de vocês conhecem o drama (como uma "telenovela" portuguesa) Os nossos dias da RTP, mais isto é o que estou a ver agora mesmo.

Em quanto a viver em Portugal, tinha pensado nisso também, mais se tivesse que escolher uma parte do país para viver, preferiria ficar ou no Porto ou em Lisboa. Não costumo viver nas cidades que tenham menos de medio milhão de pessoas..
0 x

User avatar
Luso
White Belt
Posts: 42
Joined: Mon Jul 20, 2015 5:25 pm
Location: Portugal
Languages: Portuguese (N), English (C2), French (C2), Italian (C2), Spanish (advanced), German (used to be advanced), Arabic (beginner to intermediate), Sanskrit (studying)
x 75

Re: Portuguese Thread

Postby Luso » Thu Aug 13, 2015 3:21 am

Boa iniciativa, iguanamon.

Também gosto da escolha do artigo, embora não se trate de português propriamente dito. Diria antes que é uma "língua de Portugal".

Público wrote:A história, explica este investigador, envolve arqueólogos, um Volkswagen Carocha atolado numa ribeira e uma população que expôs o bloco com inscrições no café local e que se recusou, mesmo perante ofícios do MNA e os militares da GNR, a enviá-lo para Lisboa.

Esta é a minha parte preferida: o povo a proteger o "seu" património, mesmo (e principalmente) das autoridades. :D

1e4e6 wrote:Não costumo viver nas cidades que tenham menos de um milhão de pessoas..

Terias de ir para outro lado. Portugal não tem actualmente cidades com mais de um milhão de pessoas. :P
1 x
SC English books: 6526 / 15000
SC English films: 19845 / 27000

SC French books: 0 / 5000
SC French films: 2149 / 9000

SC Italian books: 0 / 5000
SC Italian films: 152 / 9000

User avatar
Expugnator
Blue Belt
Posts: 890
Joined: Sat Jul 18, 2015 9:45 pm
Location: Belo Horizonte
Languages: Native Brazilian Portuguese#advanced fluency English, French, Papiamento#basic fluency Italian, Norwegian#intermediate German, Georgian and Chinese (Mandarin)#basic Russian, Estonian#just started Greek (Modern)
Language Log: viewtopic.php?f=15&t=5221
x 1448

Re: Portuguese Thread

Postby Expugnator » Thu Aug 13, 2015 1:32 pm

Bom dia! Gostaria primeiramente de compartilhar este artigo sobre literatura nórdica no Brasil:

Literatura nórdica supera diferenças da língua e ganha espaço no Brasil

http://entretenimento.uol.com.br/notici ... =fb-uolent
4 x
Corrections welcome for any language.

User avatar
Ogrim
Green Belt
Posts: 430
Joined: Mon Jul 27, 2015 10:29 am
Location: Strasbourg, France
Languages: Norwegian (N), English (C2), French (C2), Spanish (C2), German (B2), Romansh (B2), Italian (B2), Catalan (C1 passive), Latin (B1 passive) Russian (studying), Arabic (studying)
x 1113

Re: Portuguese Thread

Postby Ogrim » Thu Aug 13, 2015 3:31 pm

Expugnator wrote:Bom dia! Gostaria primeiramente de compartilhar este artigo sobre literatura nórdica no Brasil:

Literatura nórdica supera diferenças da língua e ganha espaço no Brasil

http://entretenimento.uol.com.br/notici ... =fb-uolent


Muito obrigado, Expug!

Forgive me for continuing in English. I am afraid I cannot write Portuguese, but I do read it well enough to get the gist of the article. If I understand correctly, getting Scandinavian literature translated into Portuguese is a big challenge, and they often translate through English versions of the books? I can see why, but it is a pity when you have to go through a third language to translate literature. I wonder what gets lost in that process.
0 x

User avatar
iguanamon
Blue Belt
Posts: 896
Joined: Sat Jul 18, 2015 11:14 am
Location: Virgin Islands
Languages: Speaks: English (Native); Spanish (C2); Portuguese (C2); Haitian Creole (C1); Ladino (C1); Lesser Antilles French Creole (B2)
Language Log: viewtopic.php?t=797
x 3423

Re: Portuguese Thread

Postby iguanamon » Thu Aug 13, 2015 5:05 pm

Valeu, Expug, por compartilhar o artigo conosco. Vou tentar ler estes novos autores em tradução portuguesa. Pra mim, não gostaria ler um livro escrito originalmente em outro idioma traduzido através de inglês. Sim, acho que teria muito perdido no processo, né?

Você já leu qualquer livro destes autores no artigo ou planeja lê-los? Acho que eu vou começar com Nós, os afogados. Todos parecem interessantes e não sei muito da literatura nórdica.

Image

Resumo de Rosa Candida por Audur Ava Ólafsdótir

Image

Fenômeno internacional, Karl Ove Knausgård lança ‘A ilha da infância’ no Brasil

Image

Resenha, Nós, os afogados - Carsten Jensen
0 x

User avatar
Expugnator
Blue Belt
Posts: 890
Joined: Sat Jul 18, 2015 9:45 pm
Location: Belo Horizonte
Languages: Native Brazilian Portuguese#advanced fluency English, French, Papiamento#basic fluency Italian, Norwegian#intermediate German, Georgian and Chinese (Mandarin)#basic Russian, Estonian#just started Greek (Modern)
Language Log: viewtopic.php?f=15&t=5221
x 1448

Re: Portuguese Thread

Postby Expugnator » Thu Aug 13, 2015 6:48 pm

Ogrim wrote:Forgive me for continuing in English. I am afraid I cannot write Portuguese, but I do read it well enough to get the gist of the article. If I understand correctly, getting Scandinavian literature translated into Portuguese is a big challenge, and they often translate through English versions of the books? I can see why, but it is a pity when you have to go through a third language to translate literature. I wonder what gets lost in that process.


Exatamente. Não temos muitos tradutores para línguas com menos falantes. Antigamente era pior, é verdade; li alguns livros noruegueses que foram traduzidos em inglês. Faz apenas alguns anos que tivemos uma tradução de 'Crime e Castigo', de Dostoievski, feita diretamente do russo! (Antigamente deveria ser feita do francês, creio). Eu iria gostar de ser um tradutor de norueguês-português, mas acho que não existe esse curso no Brasil. Há aulas de norueguês na USP (Universidade de São Paulo), mas só o básico.

iguanamon wrote:Você já leu qualquer livro destes autores no artigo ou planeja lê-los? Acho que eu vou começar com Nós, os afogados. Todos parecem interessantes e não sei muito da literatura nórdica

Ainda não, e nunca tinha nem ouvido falar de Karl Ove Knausgård. Vou começar por ele, pois é tão conhecido e é norueguês. Está na hora de tirar o escorpião do bolso e voltar a fazer umas compras em sites de livros digitais noruegueses.
0 x
Corrections welcome for any language.


Return to “Multilingual Room”

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest